Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Die Frau

Die Frau

12.06.18

A minha 1ª conversa sobre sexo

D.
Foi com a minha mãe. Devia de ter cerca de 8 anos. Estava a dar o Corpo Humano, mais concretamente o Sistema Reprodutor, a Estudo do Meio. Foi uma conversa rápida. Não houve nada pormenorizado (graças a Deus e à professora que já tinha dado a entender como é que se fazia essa coisa!), apenas explicou-me que era através do sexo que se faziam os bebés e que eles iam parar ao útero. E eu, na minha perfeita ingenuidade, perguntei-lhe: “Qual foi a última vez que tu e o pai (...)
11.06.18

Blogs sem comentários

D.
É das coisas que mais me irrita. Eu percebo quem não queira comentários. Tem um blog para escrever o que bem lhe apetecer sem ter de se preocupar com o que irão comentar, sem ter de se chatear com opiniões opostas. Mas é irritante. Uma pessoa quer comentar. Tem uma palavra a dizer. Já está a formar a frase, o parágrafo e o texto na cabeça. E de repente... Não há espaço para comentários. E pronto. Lá se fica a matutar com aquilo na cabeça sem ter onde partilhar.
08.06.18

Como emagrecer sem se levantar da cadeira?

D.
A esta pergunta responde-se com uma única resposta directa e muito simples!   Não leve comida para a secretária! Nenhuma mesmo! Só água é que é aceitável para se manter hidratado. Dentro desta regra, apenas há uma sub-regra. Quando se sentar, não se pode levantar durante 3 dias. Por isso aconselho que leve posta uma fralda super-extra-extra-absorvente. E não me tentem enganar que só se estão a enganar a vocês próprios: Pedir a outras pessoas para vos levar comida para irem (...)
07.06.18

PIN: Última tentativa

D.
O telemóvel ficou sem bateria. Voltei a ligá-lo e coloquei o PIN. Deu erro, devo ter-me enganado nalgum número, volto a tentar. Toco devagar nas teclas para ter a certeza que desta vez não me engano e... Dá erro! Toda a certeza que eu tinha foi-se. Tento jogar com aqueles números até fazer mentalmente uma sequência que me faça sentido, afinal se tenho aqueles números na cabeça é por alguma razão. Ao fim de um tempo percebo que mais nenhuma sequência faz sentido sem ser (...)
30.05.18

La Rentrée

D.
Andei dois anos afastada do mundo digital. Afastei-me porque senti que precisava de me afastar, que tinha muito mais a perder do que a ganhar a nível pessoal. Tenho sentido falta disto e, numa tentativa de me reaproximar deste mundo sem falar de experiências pessoais, criei este blog. Mas não tem resultado. Não sei se pela falta de tempo para pensar nisto, se por falta de motivação ou se, até mesmo, pela diferença dos conteúdos decididos a publicar. Afinal de contas, não tem nada (...)
09.05.18

Cheguei atrasada mesmo estando 10 minutos adiantada

D.
Cheguei ao local de estacionamento junto do escritório às 08:50. Estava animada, ia chegar 10 minutos adiantada. Logo eu que é raro chegar a horas, na maioria das vezes, por culpa do trânsito. Dei uma voltinha ao parque e não havia lugar livre. Não entrei em stress, afinal de contas ainda tinha tempo. Fui às traseiras ver se havia lugar, mas nada. Voltei ao parque com a esperança de, entretanto, algum carro ter saído. Vi um carro a sair do parque e pensei "Boa! Já tenho lugar!". (...)
04.04.18

As reuniões que poderiam ter sido um e-mail – ou uma troca de mensagens

D.
“Como diriam os antigos, pelo menos aqui no sul do país, "faço um jogo" como você já participou de pelo menos uma reunião desnecessária.   Eu já participei. De várias.   Você e seus colegas param suas atividades, independente do que estejam fazendo ou dos prazos dos projetos que tenham que entregar, perdem tempo e, geralmente, ouvem um monólogo daquele(a) chefe conhecido(a) por falar o óbvio.   Quem nunca, né? (Essa é a hora que você envia o link desse artigo para seus (...)
07.03.18

Das coisas que mais detesto

D.
Pediram-me para estruturar um email e enviar apenas para verificarem que não faltava nada. Fi-lo faltava 2 horas para sair. 10 minutos depois de eu sair enviram o email com CC também para mim e qual é o meu espanto quando vejo que, embora o meu email tivesse todas as informações, a estrutura está totalmente diferente e é como se eu não tivesse feito nada.   No espaço de 1 semana, já lá vão 3 vezes que isto acontece.
05.03.18

Podemos ser o nosso agente/organizador de viagens

D.
 Não gosto de excursões, nem de viagens planeadas por outros. Quando me interesso por um destino, não vou ao site de uma agência de viagens. Com tanta facilidade que hoje em dia existe em sermos nós o nosso próprio organizador de viagens, a meu ver, não há necessidade de passarmos essa tarefa para as mãos de outra pessoa e que, provavelmente, nos obriga a ter de aceitar um ponto no nosso intenerário que não nos interessa ou a dispensar um que gostaria mesmo muito de ir.Apenas (...)
30.01.18

Somos os melhores em tudo! Pelo menos, no futebol.

D.
A FIFA divulgou um relatório onde dá a conhecer que os clubes onde dá a conhecer que as equipas portuguesas foram quem mais lucraram com as transferências. Mas alguém ainda tem dúvidas de que somos os melhores em tudo o que está ligado ao futebol? Ensinámos o melhor jogador do mundo. Criámos o Special One. Sabemos juntar jogadores na mesma equipa tornando-a na melhor (a prova disso foi termos ganho o Euro 2016). Construimos um estádio como fachada da melhor universidade do mundo